Cine Puraqué apresenta: “Céu e Inferno” – Akira Kurosawa


Céu (riqueza) e Inferno (pobreza) retrata o Mundo Moderno numa critica a sociedade japonesa dos anos 60.
O magnata “Gondo” está decidido a ser dono de uma empresa de sapatos, porém, o filho de seu motorista é sequestrado por engano no lugar de seu filho, Gondo fica em um dilema: o que vale mais, uma empresa ou uma vida? Nesse ponto nós nos perguntamos: até que ponto o egoísmo a solidariedade humana pode atingir o próximo?
O primeiro momento do filme é todo interno, na casa do magnata, onde Kurosawa consegui intrigar o telespectador e levá-lo para dentro do filme, o segundo momento é a investigação policial (quase toda externa).
Até o desfecho do filmeKurosawa não deixa claro sobre quem é o sequestrador, o que deixa ainda mais emocionante o filme!

Texto:Edu Costa

Sobre a Sessão:

ENTRADA FRANCA

Dia:18/03/2011
Horário: 18:30
Local: Casa Puraqué
Endereço: Rua Vitória Régia de canto com AV. Paulista
PX – Fábrica de Asfalto

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cineclube

Resenha sobre próxima película no cinepuraqué “A Lista de Schindler”

By Edilson Freitas

O filme a Lista de Schindler de 1993 retrata um caso real e histórico do período da segunda guerra mundial, o filme é, segundo críticos e algumas comunidades cineclubistas, o melhor filme da década de 90, sendo bastante elogiado e vencedor de vários óscars. O diretor do filme conseguiu um resultado surpreendente e bastante real do que foi realmente a segregação religiosa e racial na Alemanha por conta de Aldolf Hitler e seus ideais doentios. O filme é peculiar e interessante em seus detalhes minuciosos como na menina de vestido vermelho que aparece como recurso usado pelo diretos para dividir as transformações do protagonista do filme o Sr. Oscar Schindler. Além de tudo o filme nos transporta até o referido período com eficiência e perfeição nos mínimos detalhes fotográficos, artístico, cinematográficos e na atuação dos atores. Hoje temos mais consciência daquela época muito fortemente por conta de filmes como estes, sendo que este em especial contêm característica artísticas e até mesmo geniais de Steven Spielberg, pouco presentes em outros filmes seus, com um caráter crítico, político e formal no sentido de abordagem do tema com muita seriedade e inteligência.

As cenas fortes e impactantes do filme foram “amenizadas” segundo o diretor, através do recurso preto e branco em sua edição. O filme nos desperta sentimento fortes como aversão, repúdio, raiva, pena, alegria, tristeza, esperança, espanto e muitos outros, o que em parte se deve à trilha sonora com um elenco de especialistas em composição musical como Werner Bochmann, Oskar Schima e Billie Holiday.

FICHA TÉCNICA
Título original: Schindler´s List
Direção: Steven Spielberg
Roteiro:  STEVEN ZAILLIAN
Ano: 1993
Gênero: Drama / Guerra
Duração: 197 min / EUA: 194 min
País: Estados Unidos
Língua: Inglês / Hebraico / Alemão / Polonês 
Cor: Preto & Branco / Colorido (DeLuxe)
Som: DTS / Dolby
Classificação: 14 anos
Site Oficinal: http://www.universalstudiosentertainment.com/schindlers-list-1/
Baseado no romance de THOMAS KENEALLY

Fontes:

http://sessoesdecinema.blogspot.com/2010/08/melhor-filme-da-decada-de-90.html

http://alistadeschindler.com/

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Cine Puraqué faz sua primeira sessão de 2011

No dia 14 de janeiro de 2011 a comunidade da grande área do Santarenzinho teve a honra de participar da primeira sessão do Cine Puraqué, com início às 19:00 e término às 21:30. O filme apresentado foi “Abril Despedaçado” uma obra-prima do diretor Walter Salles. O momento auge da sessão foi a roda de conversa, que contou idéias inspiradoras que o filme trouxe para os presentes na sessão.

Sobre o filme:

Abril Despedaçado é um filme em que o diretor Walter Salles mostra um Sertão na perspectiva de uma briga entre famílias que atravessa gerações, onde Tonho (Rodrigo Santoro) tem a obrigação de vingar a morte de seu irmão quando o sangue da camisa esticada ao vento amarelar. A trama é narrada pela figura do pesornagem “Menino” que quebra as barreiras emotivas dos expectadores com sua poética nua e crua que causa confusão nas mentes que se perguntam: o que é o menino? é um herói? é um rebelde que se rebelou com a autoridade de seu pai? não se sabe.

O cenário de Abril Despedaçado é o Sertão Nordestino com o visual amarelo que faz combinação com o sangue amarelo, com a roupa amarela. O tempo parece ser sempre o mesmo, pois as ações são  repetitivas, os personagens principais levam uma vida alienada, pois assim como os bois eles giram, giram e giram em torno da máquina de moer cana (suor, sangue) e nunca saem do lugar.

texto: Edu Costa

Imagens:

menino

tonho

enterro

andarilhos do circo

primeiro livro

família rival


Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized